RPA e BPM – Os dois lados da mesma moeda
set
21

RPA e BPM – Os dois lados da mesma moeda

1 Comentário

Vivemos na era da transformação digital e da automação de processos. Nesse contexto, toda e qualquer empresa, independentemente do tamanho e da área de atuação, deve estar apta a aderir novas tecnologias.

E entre tantas novidades quando o assunto é a digitalização na gestão de um negócio, vale prestar atenção em duas siglas importantes: o RPA e o BPM.

Essas tecnologias são fundamentais para trazer ao negócio uma série de benefícios, como, por exemplo, a diminuição de gastos, maior integração entre os diferentes setores da empresa e o aumento de vendas. Ambas possuem suas próprias características.

Sendo assim, nos tópicos abaixo você vai ficar por dentro das principais particularidades que envolvem o RPA e o BPM, e também vai compreender como eles podem ser grandes aliados na automação de processos. Confira!

Conheça os conceitos principais sobre RPA e BPM

Nem sempre é fácil se manter atualizado diante dos avanços da era digital, especialmente quando você gerencia um negócio e quer torná-lo relevante e competitivo. Atualmente não faltam siglas apontando as novas tecnologias que ajudam na automação dos processos.

Entre elas estão a RPA e a BPM que representam conceitos importantes e, ao mesmo tempo, são bem fáceis de entender.

RPA – A era dos robôs

Talvez você ainda não reparou, mas a IA, ou melhor, a Inteligência Artificial, já se tornou bastante comum no dia a dia das empresas e dos consumidores. Um exemplo prático disso é o funcionamento de serviços de streaming como a Netflix e o Spotify.


Veja aqui como o RPA pode transformar a realidade da sua empresa


As sugestões de músicas, séries e vídeos que aparecem para você nesses serviços são baseadas em IA, que avaliam as suas curtidas e, com isso, disponibilizam conteúdos que mais se aproximam das preferências dos usuários.

Já quando se trata de Inteligência Artificial no segmento dos negócios, temos como exemplo os chatbots, que são os atendentes virtuais capazes de responder perguntas básicas dos clientes.

Entretanto, falando em robôs, entra em cena a RPA, que é a sigla em inglês para Robotic Process Automation. Ela consiste em uma tecnologia voltada para a automação de processos.

Para isso, a RPA utiliza robôs, que são softwares específicos programados para exercerem funções específicas, tais como tarefas repetitivas e burocráticas, que antes eram realizadas pelos colaboradores humanos.

Uma das grandes vantagens desses sistemas consiste em trazer mais velocidade para a automação dos processos, bem como proporcionar uma redução dos gastos. Isso acontece porque as tarefas realizadas ganham em qualidade e mais eficiência.

Além do mais, ela otimiza o desempenho dos funcionários, que passam a ser encarregados de realizar tarefas mais estratégicas e menos repetitivas.

Tornando o seu negócio mais inteligente

A outra sigla do momento é a BPM (Business Process Management). Ela, além de ser uma tecnologia, é também uma metodologia. Por meio dela, o gestor tem condições de reformular as operações do seu negócio, os organizando de forma adequada e estratégica.

Por isso, o BPM é também uma abordagem que torna o seu negócio mais inteligente, permitindo que você padronize e organize os processos de maneira adequada, utilizando para isso os softwares adequados.

Os benefícios que o BPM traz para a sua empresa são vários. Ele permite encontrar falhas na realização das operações e também otimizar tarefas básicas, pois ele proporciona insights relevantes e precisos.

Com isso, o BPM permite consolidar o controle de gestão mais forte e eficiente, com decisões estratégicas bem mais eficientes. Sendo assim, o seu negócio ganha com maior produtividade e mais qualidade para a automação dos processos.


Veja neste post como o BPM pode reduzir os custos da sua empresa


Atualmente o BPM pode ainda ser um complemento com as novas tecnologias digitais para gerenciar o seu negócio. Entre elas está a capacidade de ser um complemento à automação de processos robóticos, que é a RPA.

Entenda as principais distinções entre RPA e BPM

Apesar da evidente relevância, é possível apontar algumas diferenças básicas entre RPA e BPM. A principal delas reside na capacidade e velocidade de implementação.

O BPM, por exemplo, demanda um tempo maior de implementação. A razão disso se deve ao fato de que ele é mais complexo e, na maioria dos casos, exige uma mudança não apenas nas metodologias de realização dos processos, mas também na cultura da empresa.

Por outro lado, o RPA consiste em uma saída menos complexa, voltada para tarefas determinadas. Além disso, o RPA é bastante acessível, pois nem sempre contempla o treinamento e o conhecimento específico de TI.

A influência do RPA também é mais fácil de ser observado, sendo também mais imediato. Por outro lado, o BPM apresenta resultados mais a longo prazo, trazendo alterações que são vistas posteriormente e envolvem várias áreas do negócio.

Diante disso, muitos gestores apresentam a seguinte dúvida. RPA ou BPM, qual eu devo escolher?

A resposta certa deve levar em conta os objetivos da sua automação de processos. Caso o intuito seja digitalizar processos repetitivos e burocráticos, o RPA surge como a solução mais viável.

Caso o objetivo seja mais abrangente e contemple sistemas diversificados, vale então poder contar com o BPM. Ambos são diferentes e possuem as suas particularidades, mas trazem vários benefícios para a digitalização da sua empresa, a tornando mais competitiva.

Ainda assim, é importante salientar que as metodologias podem ser complementares uma a outra e ser trabalhadas em conjunto em prol de melhorar a produtividade em uma empresa.

Entretanto, um dos melhores caminhos para unir essas duas frentes é usar um ESM para atender todas as demandas do negócio e assim promover a digitalização da empresa.

A tecnologia é agora a sua aliada

O mercado já não é mais o mesmo. A tecnologia atualmente guia o rumo da gestão de negócios e a transformação digital está conduzindo as empresas para um outro patamar de gestão, que é muito mais flexível e leva em conta novas ferramentas digitais.

Diante disso, conceitos como RPA e BPM não atuam somente como meros suportes técnicos. No atual cenário, eles são elementos essenciais para as empresas e, por isso fazem parte da base de escolhas cotidianas do gerenciamento de qualquer negócio.

Portanto, para você ficar conhecendo mais a fundo esses e outros assuntos relevantes acerca da automação de processos e o uso da tecnologia na sua empresa, não esqueça de assinar a nossa newsletter.

1 comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    jun
    23

    Gestão de Chamados – Como gerenciar o atendimento de forma mais eficiente com uma solução digital

    • 23 de junho de 2022

    A gestão de chamados auxilia empresas de qualquer segmento e estrutura, especialmente aquelas consideradas de grande porte, pois normalmente elas contam com uma significativa quantidade de usuários e aplicações em seus processos. Em muitos casos o gerenciamento de chamados não é um procedimento simples. Por essa razão, a digitalização dessa atividade torna o processo mais… Leia Mais
    jun
    14

    Software Omnichannel – Como usar e os seus benefícios

    , • 14 de junho de 2022

    Um software omnichannel consiste em um programa que otimiza a experiência do cliente por meio de mais de um canal de atendimento. Diante de uma solução como essa, é possível melhorar a jornada de compra desses clientes, converter leads e aumentar as vendas. O fato é que com a estratégia omnichannel, consumidores possuem a experiência… Leia Mais
    maio
    23

    Case Fundação Zerrener – Como a instituição aumentou e modernizou a gestão de TI com a solução da Cervello

    • 23 de maio de 2022

    A digitalização e a automação de processos em uma empresa já deixaram de ser uma tendência e se consolidou como uma solução. Por meio do uso de ferramentas digitais é possível assegurar uma eficiente gestão do negócio como um todo. Processos importantes, como, por exemplo, gerenciamento de tickets de TI ou área de negócios, Fluxos… Leia Mais
    abr
    03

    Multicanal para o cliente ponto focal para o gestor | Entenda os benefícios dessa abordagem

    • 3 de abril de 2022

    O modo como você se adapta às constantes mudanças promovidas pela transformação digital nos dias de hoje se torna um diferencial para a sua marca se tornar mais competitiva e conhecida. Contudo, é preciso encontrar soluções para assegurar uma experiência satisfatória de atendimento ao cliente no atual cenário de automação de processos dos negócios. Na… Leia Mais
    mar
    28

    Serviços de CSC – Do analógico para o digital

    • 28 de março de 2022

    O conceito e a utilização de um serviço de CSC não é exatamente uma novidade na gestão de negócios. Eles são utilizados há décadas e se adaptam de acordo com o contexto da empresa e com a tecnologia vigente. Hoje em dia, diante da transformação digital, a CSC também passa por mudanças, tudo para se… Leia Mais
    mar
    20

    Do ITSM para o ESM – A evolução natural dos serviços

    • 20 de março de 2022

    Estamos na era digital e da automação dos processos. Os consumidores, de uma forma geral, utilizam as redes sociais, compram em lojas online e utilizam smartphones para quase tudo. Nesse contexto cada vez mais digitalizado, com clientes também adeptos dos dispositivos móveis, os gestores também devem se adaptar a esse era de tecnologia e transformação… Leia Mais