O futuro dos Centros de Serviços Compartilhados (CSC)
maio
20

O futuro dos Centros de Serviços Compartilhados (CSC)

1 Comentário

No dia 18 de maio a Cervello participou do 8º Shared Services Knowledge Exchange do IEG. Esse evento, realizado no formato online, foi criado e organizado pelo IEG.

O 8º Shared Services Knowledge Exchange abordou temas relevantes sobre a digitalização nas empresas, tendo como público-alvo líderes e diretores de alta e média gerência de CSC, que é um conceito muito importante atualmente no mercado.

A Cervello contou com um estande onde trouxe à tona a importância da digitalização de processos no atual cenário da gestão de negócios, bem como da relevância dos Centros de Serviços Compartilhados nas empresas.

Para saber mais sobre o que é os CSCs e o que o futuro reserva para eles, confira os tópicos a seguir:

  • CSC – Saiba o que são os Centros de Serviços Compartilhados
  • Conheça o futuro dos CSCs
  • Os benefícios dos CSCs

CSC – Saiba o que são os Centros de Serviços Compartilhados

O CSC, que a gente já conhece por Centros de Serviços Compartilhados, é um recurso em que os serviços em uma empresa ou grupo empresarial passam a ser centralizados e padronizados.

De uma forma geral, o CSC consiste em uma estrutura de centralização dos processos dos serviços de uma empresa.


Neste artigo você vai entender os 5 sinas que indicam a necessidade de um novo sistema de automação de processos


Entre os departamentos que podem ser convertidos em um Centro de Serviços Compartilhados estão o de finanças, recursos humanos, marketing, contabilidade, tecnologia da informação, entre outros.

A ideia de um CSC não é exatamente nova. Nos Estados Unidos, durante a década de 70, esse tipo de modelo começou a dar os primeiros passos. Com o passar do tempo, de acordo com os avanços da tecnologia, esses centros foram se adaptando e sofrendo mudanças.

Hoje em dia, na era digital, eles são cada vez mais importantes e a tendência é que, no futuro, ganhem ainda mais protagonismo.

Conheça o futuro dos CSCs

Os Centros de Serviços Compartilhados evoluíram muito ao longo dos anos, ganhando novas características e acompanhando o desenvolvimento das modernas ferramentas digitais.

Além do mais, as organizações os utilizam de acordo com as suas próprias perspectivas, levando em conta as características do negócio e o segmento de atuação.

Como o dia a dia das empresas está atualmente baseado na digitalização dos processos, a tendência é que isso se fortaleça nos anos seguintes. Sendo assim, quando se fala no futuro do CSC, é preciso analisar alguns detalhes.

Business Intelligence

É um conceito que une análise e mineração de dados, benchmarking, acompanhamento de métricas, enfim, vários recursos que utilizam ferramentas digitais apropriadas e visam coletar informações importantes sobre o negócio, auxiliando nas estratégias. 

Os Centros de Serviços Compartilhados cada vez mais estarão voltados para esses aspectos estratégicos e de análises de dados, tornando a gestão do negócio ainda mais eficiente.

Robotização

A utilização da tecnologia baseada em IA (Inteligência Artificial) é uma das principais características da atual era digital. Ela auxilia na realização dos processos repetitivos, liberando os funcionários para a realização de tarefas mais estratégicas em uma empresa.


Clique aqui e conheça os benefícios da Centralização da Gestão de Contratos


Diante disso, os Centros de Serviços Compartilhados irão atuar com mais agilidade e não serão meros espectadores dos processos.

Integração

Para promover uma melhor centralização das áreas de uma empresa, as ferramentas digitais cada vez mais vão contar com características capazes de integrar os setores. Isso vai agilizar as atividades.

Sendo assim, o RH, o setor financeiro, o setor da TI, essas e outras áreas passarão a atuar com mais sinergia dentro do seu negócio. Tudo isso vai refletir em um trabalho mais dinâmico, organizado e com uma melhora evidente na produtividade.

Os benefícios dos CSCs

A utilização dos Centros de Serviços Compartilhados já faz parte do presente e do futuro das empresas. O gestor que pretender ter um negócio cada vez mais competitivo e moderno deve investir em um CSC.

Apesar dos CSCs terem surgido nos anos 70, eles se modernizaram e hoje em dia são várias as vantagens que proporcionam para o andamento de uma empresa.

Diminuição de gastos e economia de escala

A utilização de um Centro de Serviços Compartilhados permite que a organização se torne mais enxuta, integrando ferramentas e processos em um único lugar, proporcionando assim a realização de vários serviços a um custo menor e com maior escalabilidade.

Definição e padronização dos processos e ferramentas

Estipular uma padronização dos processos e das ferramentas que serão utilizadas na gestão da empresa torna os procedimentos mais eficientes.


Entenda a importância da transformação digital após a COVID-19


Essa padronização é extremamente importante para criar processos uniformes e que contribuem para melhorar a produtividade em todos os setores de uma organização.

Melhoria da produtividade dos serviços

Com a padronização e integração dos processos realizados, um dos resultados é a melhoria do serviço entregue pelo Centro de Serviços Compartilhados. Com isso, se torna evidente também uma maior satisfação dos clientes e um aumento da competitividade da empresa.

Foco no que é importante para a empresa

Diante da implantação de um Centro de Serviços Compartilhados, os profissionais da empresa não necessitam efetuar tarefas que não acrescentam nenhum valor evidente ao cliente.

Desse modo, é possível se dedicar às tarefas que estão diretamente relacionadas na construção do produto ou entrega do serviço ao cliente final.

Não é difícil entender o futuro dos Centros de Serviços Compartilhados

O futuro das empresas é a automação de processos. É nesse contexto que os CSCs cada vez mais estarão voltados para as tecnologias digitais.

A transformação digital consiste na mudança guiada pelas inovações tecnológicas que as organizações do mundo inteiro estão passando. Se no período anterior à pandemia essa transformação era importante, agora ela é essencial.

Dessa forma, os Centros de Serviços Compartilhados exercem um papel muito importante nesse contexto. E se levarmos em conta ainda a tendência de que a automação de processos continuará sendo relevante nos próximos anos, então o futuro será das CSCs.

Ou seja, no mundo pós-pandemia, a empresa que pretende ser competitiva, deve investir nos Centros de Serviços Compartilhados com o intuito de otimizar os seus serviços.

Portanto, para você saber mais sobre esses e outros assuntos relacionados com a transformação digital, não deixe de assinar a nossa newsletter.   

1 comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    set
    21

    RPA e BPM – Os dois lados da mesma moeda

    • 21 de setembro de 2021

    Vivemos na era da transformação digital e da automação de processos. Nesse contexto, toda e qualquer empresa, independentemente do tamanho e da área de atuação, deve estar apta a aderir novas tecnologias. E entre tantas novidades quando o assunto é a digitalização na gestão de um negócio, vale prestar atenção em duas siglas importantes: o… Leia Mais
    set
    16

    O que é ITIL? Saiba como ele influencia no sucesso da empresa

    • 16 de setembro de 2021

    A transformação digital nas empresas não se resume apenas ao gestor gerenciar o site e as redes sociais do seu negócio. Essa transformação implica em uma mudança completa, viabilizando o uso de ferramentas digitais em todas as áreas da empresa. É nesse contexto, em que a automação de processos demanda dos empreendedores um maior conhecimento… Leia Mais
    jul
    28

    Retenção de clientes – Como uma ferramenta de digitalização e automação pode ser a solução

    • 28 de julho de 2021

    “Atrair clientes”. Essa frase é o mantra de quem gerencia um negócio, ou pretende um dia gerenciar. E por conta disso, hoje em dia existem muitas técnicas, estratégias e também várias ferramentas que auxiliam o gestor a conquistar clientes. Contudo, se a conquista e a fidelização são importantes, vale também dar uma atenção para a… Leia Mais
    jul
    28

    Humanização dos atendimentos | Qual a importância para as empresas?

    • 28 de julho de 2021

    A principal razão que torna importante a humanização do atendimento para as empresas está em uma lógica bastante simples: os seus clientes são pessoas. Portanto, não é por acaso que a humanização dos atendimentos é baseada em conceitos como empatia e exclusividade. Eles se tornam parte fundamental da filosofia das melhores empresas, independente do segmento…. Leia Mais
    jul
    28

    Sabia que o ESM é a melhor forma de otimizar a sua empresa?

    • 28 de julho de 2021

    A transformação digital já chegou com tudo quando o assunto é a gestão de um negócio. O empreendedor que não investir na automação dos processos e gerenciamento de serviços corporativos com certeza vai assistir uma baixa procura pelos produtos ou serviços. Além disso, sem a digitalização o negócio perde capacidade de competir contra os concorrentes…. Leia Mais
    jun
    24

    9 KPIs estratégicos para gerenciamento de serviços corporativos (ESM)

    • 24 de junho de 2021

    A digitalização de processos em uma empresa traz várias vantagens e não há dúvidas acerca disso. Contudo, é preciso ficar atento para o desempenho das ferramentas e processos utilizados em seu negócio como o Gerenciamento de Serviços Corporativos. Sabendo disso, é aí que os KPIs também aparecem para salvar o dia, especialmente quando o assunto… Leia Mais
    maio
    24

    Certificação Pink Elephant – Saiba mais sobre essa conquista da Cervello

    • 24 de maio de 2021

    A Cervello recebe este mês a Certificação PinkVerify, dando um importante passo para trazer ainda mais segurança e credibilidade aos empreendimentos na era digital. A Pink Elephant é conhecida internacionalmente no segmento de ITIL e ITSM. E a Cervello, nesse caso, apenas comprova o quanto é uma empresa antenada ao que há de mais importante… Leia Mais